Home Enoturismo EM PERIGO DE ESTINÇÃO: VINHAS DE BORDÉUS, FRANÇA

EM PERIGO DE ESTINÇÃO: VINHAS DE BORDÉUS, FRANÇA

por Food and Travel Portugal
EM PERIGO DE ESTINÇÃO: VINHAS DE BORDÉUS, FRANÇA

Se toda esta informação acerca dos efeitos das alterações climáticas o deixa irrequieto, pedimos desculpa, mas há mais notícias inquietantes. Os cientistas prevêem que possa existir uma queda de dois terços na produção da região vinícola mais famosa do mundo, durante os próximos 40 anos, se as mudanças drásticas de temperatura, sol e chuva continuarem.

Os produtores de vinho franceses já se aperceberam disso e estão a tentar adquirir ilegalmente terrenos na costa sul da Inglaterra, que possui o mesmo tipo de solo que a região de Champagne e um clima que parece ser cada vez mais semelhante ao do centro de França.

A área de vinhas no Reino-Unido duplicou desde 2009 e estima-se que volte a dobrar outra vez até 2020. Mas se quer saborear um copo de sauternes no jardim de um château, desfrutando do esplendor desta região francesa, a nossa sugestão é que se aja imediatamente.

VEJA AGORA

Sinta o vento no cabelo enquanto atravessa Bordéus de bicicleta, parando para visitar castelos de contos de fadas e adegas famosas para participar em provas de vinho. A Mac’s Adventures oferece várias férias de baixo consumo de carbono centradas em atividades como passeios a pé e de bicicleta. A partir de 950€.

FAÇA A SUA PARTE

Ajude os vinicultores locais, que estão a liderar o movimento do vinho sustentável, como o Le Château Bertinerie, em Cubnezais. A família Bantegnies adota uma política de desperdício zero nas suas vinhas, há mais de 30 anos, enquanto em 2019, todas as vinhas em St-Émilion, St-Émilion Grand Cru, Lussac StÉmilion e Puisseguin St-Émilion deverão ser certificadas como sustentáveis, orgânicas ou biodinâmicas.

Para mais artigos de viagens, faça já a assinatura da Food and Travel Portugal ou adquira a revista num quiosque perto de si!

Veja outros artigos

Este website utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Assumimos que concorda com isto, no entanto pode optar por discordar. Aceitar Leia Mais