Home Travel48 horas LEEUWARDEN, HOLANDA

LEEUWARDEN, HOLANDA

por Food and Travel Portugal
LEEUWARDEN, HOLANDA

Os arranjos florais, as belas artes e o mais fresco dos queijos holandeses disputam a nossa atenção, nesta elegante cidade frísia, como testemunhou Stuart Forster.

Porquê ir?

Leeuwarden, na província agrícola holandesa de Friesland, foi coroada, a par de Valeta, em Malta, como Capital Europeia da Cultura 2018. O coração da cidade é conhecido pelas ruas calcetadas, os canais sinuosos e muitos edifícios históricos; e é ideal para passear a pé. Os dias longos de agosto trazem consigo um clima quente e agradável.

O que fazer?

Absorva a vista panorâmica da cidade através do terraço da Oldehove – uma torre mais inclinada que a de Pisa. São 183 degraus para subir, mas o resultado compensa. O Fries Museum domina a cidade e conta a história de Friesland desde os tempos pré-históricos. Às sextas-feiras, a Wilheminaplein, a praça em frente ao museu, é o palco de um mercado repleto de produtos locais, que incluem espargos brancos sazonais, peixes do Mar do Norte e o queijo Kanterkaas, com cominhos. Aproveite o bom tempo para fazer um passeio pela rede de canais de Leeuwarden, remando numa paddleboard, com a SUP Skool Leeuwarden ou experimente os passeios de barco com a duração de 90 minutos, que partem de Nieuwe Pijp Bridge. O Museu Nacional de Cerâmica Princessehof expõe obras de Picasso e Karel Appel e uma grande coleção de porcelanas da China.

Onde ficar?

O Post-Plaza Hotel and Grand Café foi criado a partir da junção de um antigo banco e um edifício dos correios. Os quartos do último andar são os mais espaçosos e o pequeno-almoço é servido sob as arcadas neogóticas do café, que apresenta espetáculos de música ao vivo aos fins-de-semana. O Boutique Hotel Catshuis, cuja história remonta ao século X, foi renovado recentemente. Outrora um palácio real, o The Hotel Paleis Stadhouderlijk Hof fica a poucos passos do centro histórico e exibe um jardim pacato. O Oranje Hotel tem uma localização excelente, quartos bem decorados e um restaurante convidativo.

Um dos quartos do antigo banco e edifício dos correios, atualmente o Post-Plaza Hotel and Grand Café

Onde comer e beber?

Tome o pequeno-almoço no café Stek, à beira da água, e saboreie uma sanduíche de queijo de cabra com nozes e cogumelos enquanto observa a abertura e fecho da ponte Vrouwenpoort. O Restaurant Proefverlof situa-se na antiga prisão da cidade e dispõe de um terraço com vista para os canais. Não deixe de experimentar o bife com cogumelos e couves gratinadas. O seu chef e proprietário, Willem Schaafsma, também é responsável pelo Restaurant Eindeloos – reconhecido pela sua sustentabilidade com um prémio Gault Millau, em 2016. Os menus de degustação sazonais apresentam os produtos regionais cozinhados com influências asiáticas. Os produtos orgânicos são a base dos pratos de Gilbert van der Heide, no Restaurant Elevé com uma estrela Michelin. Os lugares à janela fornecem uma vista panorâmica sobre a cidade, enquanto pratos como ‘timos de vitela com molho de maçã frísia’ poderão fazê-lo esquecer-se de admirar a vista. Compre uma garrafa de Beerenburg, uma bebida espirituosa tradicional, no museu da destilaria Boomsma.

Para ler o artigo completo, faça já a sua assinatura Food and Travel Portugal e peça-nos a edição de julho/agosto 2018, gratuitamente, com o envio da próxima edição.

Veja outros artigos

Este website utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Assumimos que concorda com isto, no entanto pode optar por discordar. Aceitar Leia Mais