Home Novidades MAUI, HAVAI

MAUI, HAVAI

by Food and Travel Portugal
MAUI, HAVAI

A segunda maior ilha do arquipélago havaiano é Maui, um sonho multicolorido. A brisa quente sopra entre filas de palmeiras, que nos levam até às praias fantásticas, onde as cores exuberantes dos recifes de coral brilham debaixo de água. O centro da ilha é o resultado da combinação de fluxos de lava provenientes de dois vulcões já extintos, o Haleakala e as montanhas West Maui, que se erguem, um em cada ponta.

Ver o nascer do sol na Cratera do Haleakala, no Parque Nacional Haleakala é deslumbrante. Esta cratera ocupa uma área de 19m2 e há muito que é considerada sagrada. De acordo com o folclore polinésio, este foi o local onde o semideus Maui criou o sol, certificando-se de que este se movia devagar no céu e banhava toda a ilha com os seus raios, diariamente. Várias espécies endémicas vivem aqui, incluindo arbustos pukiawe, mamane e ohelo, assim como o ganso do Havai.

Quando o Capitão James Cook chegou em 1778, Maui era auto-suficiente. No entanto, quando o turismo se apoderou da sua economia, nos anos 70, a comida importada passou a ser a norma. Agora, as coisas começam a mudar. Nos anos mais recentes, a agricultura teve uma recuperação significativa, particularmente na costa este, muito fértil. Ananases, macadâmia, papaias, morangos e bananas são alguns dos frutos que crescem nas temperaturas amenas da ilha. Experimente-os nos mercados rurais em Lipoa Street (sábados) e Maui Nui (quinta-feira a domingo). A última plantação de cana-de-açúcar fechou em 2016 – o governo local está a estudar qual a planta que vai semear agora –, mas os grãos de café ainda florescem nos terrenos mais altos e frescos. Descubra o seu sabor fumado numa visita com prova de café incluída da O’o Farm.

Maui é, sem dúvida, um caldeirão onde várias culturas se fundem. Os polinésios mais antigos chegaram aqui há 1.000 anos e o seu legado pode ser detetado na língua havaiana, que é a oficial, ao lado do inglês. As técnicas de cozinha, como o uso de imus (fornos subterrâneos) também são provenientes da Polinésia. Os primeiros imigrantes japoneses chegaram em 1880, como trabalhadores contratados para as plantações de açúcar e ainda são o maior grupo étnico, tendo grande influência na gastronomia da ilha.

Onde comer

Old Lahaina Luau, Lahaina, tem um imu na praia, por isso desfrute da carne de porco nele cozinhada enquanto assiste aos espetáculos culturais polinésios.
Kobe, Lahaina, é um restaurante japonês-havaiano que serve sushi delicioso, feito exclusivamente com marisco havaiano.

Onde ficar

Hotel Wailea, Wailea, tem cabanas ecológicas espalhadas ao longo de jardins, todos eles com vista para o oceano. Duplos desde 550€.
The Old Wailuku Inn é um B&B que oferece um alojamento caseiro no cenário histórico da cidade de Wailuku. Duplos desde 335€.

Como chegar

A Air Canada faz voos de Lisboa até Maui, com escalas em Montreal ou Vancouver, duas vezes por semana. O voo tem duração de 19,5 horas.

Para mais artigos sobre viagens adquira já a nova edição da Food and Travel Portugal, à venda num quiosque perto de si!

Veja outros artigos