Início TravelBreves QUEBEQUE EM SEIS PARAGENS

QUEBEQUE EM SEIS PARAGENS

14 Janeiro, 2018
QUEBEQUE EM SEIS PARAGENS

Imogen Lepere descobriu, no inverno canadiano, uma bela cidade antiga neste “País das maravilhas francófono”.

1- Percorra as bancas no Marché du Vieux-Port para saborear o terroir local. Procure pelo mel de mirtilo de Charlevoix, pelo rico xarope de ácer de Val D’Amber e pela tourtière, uma tarte tradicional de carne assada com noz-moscada. marchevieuxport.com

2 – Desenhadas depois da Normandia e da Bretanha, as ruas sinuosas da cidade velha transportam-nos para a França do século XVII. A Rua Saint Jean é fechada ao trânsito à noite e o som dos cascos de cavalo ecoa pela calçada, enquanto a Petit Chamberlain alinha moradias sombrias com telhados carregados de estalactites.

3- Poucos hotéis são tão emblemáticos como Le Château Frontenac que se ergue pela cidade velha numa massa caprichosa de espirais. No estilo moderno e minimalista compensado com traços audazes de cor, experimente o C3 Hotel, enquanto o B&B 4 Seasons é tão tradicional quanto confortável. fairmont.com   lec3hotel.com   bb4saisons.com

4 – Agende uma caminhada para explorar a costa da Île d’Orléans, uma grande ilha no rio São Lourenço. Baías inquietantes e as congeladas quedas de Montmorency fornecem um forte contraste com as aldeias pitorescas, onde pequenas lojas, como a Fromages, servem queijos de uma quinta local a par de copos de vinho tinto da  Vignoble Ste-Petronille. fromagesdeliledorleans.com

5 – Junto a um dos seus entalhes mais íngremes, Saint Roch está a liderar o renascimento criativo da cidade. É o lar de duas cooperativas de arte (Méduse e MMAQ) e de uma série de galerias independentes incluindo Center Materia e Le Spot. meduse.org   mmaq.com   centremateria.com   spotqc.com

6- No pico do inverno, as ruas do Quebeque ficam muitas vezes revestidas com uma folha de neve espelhada. Aproveite para patinar na pista do Place D’Youville sob o brilho das paredes da cidade, ou então alugue um trenó no rio para uma descida emocionante de quase 300 metros de altura. au1884.ca

 

Este artigo foi publicado na edição de janeiro/fevereiro de 2018 da revista Food and Travel Portugal.

Veja outros artigos