Home Food TARTE DE CARANGUEJO COM SALADA CÍTRICA DE ESPARGOS

TARTE DE CARANGUEJO COM SALADA CÍTRICA DE ESPARGOS

por Food and Travel Portugal
TARTE DE CARANGUEJO COM SALADA CÍTRICA DE ESPARGOS

Para 4 doses

Pode comprar carne de caranguejo fresca em peixarias ou congelada. Em alternativa, compre o caranguejo recém-cozido e retire toda a carne.

INGREDIENTES:

280g de massa folhada
250g de carne de caranguejo branco fresco
3 gemas
200ml de natas gordas
1 colher de sopa de estragão fresco picado
Pitada de pimenta caiena
75g de queijo Comté (ou Gruyère)
250g de espargos, aparados e cortados ao meio
2 colheres de sopa de azeite extra virgem
Sumo de ½ limão
½ colher de chá de mostarda Dijon
pequeno punhado de folhas de rúcula
folhas frescas de estragão
sal e pimenta

PREPARAÇÃO:

Pré-aqueça o forno a 200°C. Abra e pressione a massa folhada numa forma de tarte retangular de 12x35cm, apare o excesso e pique a base com um garfo. Deixe descansar por 20 minutos, cubra com papel vegetal e feijões crus e leve ao forno durante 12 minutos. Retire o papel e o feijão e cozinhe por 10-12 minutos, até que a massa fique crocante e dourada. Reserve.

Verifique a carne de caranguejo e descarte qualquer cartilagem. Bata as gemas, as natas, o estragão, a pimenta, o sal e a pimenta caiena até obter um conjunto homogéneo. Junte a carne de caranguejo e três quartos do queijo. Verta sobre a massa folhada e leve ao forno por 30 minutos, até dourar e ficar firme. Deixe arrefecer.

Branqueie os espargos numa panela com água a ferver, levemente salgada, por 2 minutos. Escorra-os, refresque-os com água fria e seque-os. Reserve. Misture o azeite, o sumo de limão, a mostarda, o sal e a pimenta.

Sirva a tarte sobre uma tábua e espalhe os espargos por cima com a rúcula e o estragão. Regue com o molho e sirva em fatias.

Para mais receitas, faça já a assinatura da Food and Travel Portugal ou adquira a revista num quiosque perto de si!

Veja outros artigos

Este website utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Assumimos que concorda com isto, no entanto pode optar por discordar. Aceitar Leia Mais