Início Travel48 horas JACARTA, INDONÉSIA

JACARTA, INDONÉSIA

by Food and Travel Portugal
JACARTA, INDONÉSIA

Abastecida pela cafeína e pelo alarido das indústrias, esta metrópole fumegante possui um ambiente cultural diversificado e é o ponto de partida ideal para explorar a Ásia, como nos conta Blossom Green.

Porquê ir?

Quando pensamos na Indonésia o mais provável é vir-nos à cabeça uma imagem de praias tropicais, selvas e campos de arroz marcados por viajantes em gap year ligeiramente ressacados. No entanto, Jacarta, a capital do país, contrasta fortemente com esta ideia. Apelidada de ‘O Grande Durião’, cidade tem os seus obstáculos (o trânsito é capaz de deixar qualquer um numa pilha de nervos) mas quando nos envolvemos nela vamos achá-la viciante. Este polo vibrante e moderno no norte de Java tem uma das economias com maior crescimento no mundo, numa metrópole com mais de dez milhões de pessoas.

O que fazer?

Jacarta é um aglomerado de pequenas cidades que resultaram da evolução de vilas que foram sendo engolidas pela indústria ao longo dos anos. Comece o seu dia abastecendo-se com uma chávena de Javanese Joe, tal como os habitantes locais fazem desde há vários séculos. A Indonésia é um dos maiores produtores de café e a cultura dos cafés está a desenvolver-se. Experimente o One Fifteenth Coffee ou o Giyanti Coffee Roastery e procure o kopi luwak (café civeta). No oeste de Jacarta, um ar de glamour meio desvanecido sobrevive por entre a arquitetura do século XVI e as ruas de pedra da cidade velha, Kota. Siga o percurso de edifícios históricos até ao Museu Fatahillah (fecha à segunda-feira) que exibe artefactos da fundação de Jacarta em 1527 e da colonização holandesa. A influência da mistura de culturas nesta cidade é mais visível nas suas mesquitas e templos. Em Glodok vai encontrar Vihara Dharma Bhakt, o mais antigo de 140 templos chineses, envolvidos pelo fumo do incenso. As torres do Monumento Nacional, marco da independência da Indonésia, erguem-se 137 metros acima da Merdeka Square. Apanhe o elevador e suba para observar a vista incrível. Para aqueles que gostam de regatear, a Jalan Surabaya é conhecida pelos seus mercados de antiguidades e pelo entusiamo dos seus vendedores. Acabe o dia assistindo a um conto folclórico pelo grupo de fantoches humanos, Wayang Orang Bharata (todos os sábados às 20h), a peças de fantoches tradicionais, wayang kulit, ou a danças criadas a partir das melodias hipnóticas do “luar líquido” que é o gamelan.

Onde ficar?

Um lugar calmo para descansar é o Kemang Icon by Alila, um hotel boutique com um ambiente artístico que pode ser encontrado no sul de Jacarta. Da mesma forma, o Dharmawangsaincorporou as antiguidades regionais e o estilo javanês na sua arquitetura para obter um verdadeiro sentido de pertença e de lugar. Rodeada por árvores, a piscina exterior é um dos nossos locais favoritos. As torres do Fairmont Jakarta, sobre a Senayan Square, são outra opção, localizadas numa zona de fácil acesso aos transportes públicos. No centro da cidade, temos o Keraton at the Plaza, que exibe uma versão moderna e cuidada dos interiores indonésios tradicionais.

 

Hotel Kemang Icon

 

Onde comer e beber?

Aqui não precisa de procurar muito para encontrar boa comida. Tal como em qualquer outra cidade asiática, existe uma grande diversidade de comida de rua tentadoramente condimentada. Mantenha os olhos abertos para não perder o satay, bakso (almôndegas), gudeg (fruto tropical, conhecido como jaca, com ovo cozido), soto betawi (uma sopa de carne de vaca proveniente da cidade) e nasi goreng (arroz indonésio frito). Para algo mais formal, o Bunga Rampai Jalan Tijk Ditiro, serve pratos tradicionais da Indonésia – peça bihun goreng jawa (noodles de arroz com frango desfiado, ovo e chalotas). O Skye é a nossa escolha para um ambiente mais moderno com uma vista espetacular. Suba até ao 56º andar da BCA Tower em dez segundos e aprecie a decoração e a gastronomia, ambas de influência asiática e latino-americana.

 

 

A ficar sem tempo?

Dirija-se a Jacarta Este para visitar o Taman Mini Indonesia Indah. Este lugar de 100 hectares possui jardins tropicais e casas tradicionais, em tamanho real, decoradas com relíquias culturais que representam cada uma das províncias.

Dica de viagem

Pode demorar algum tempo até estar familiarizado com os cantos e recantos desta cidade. Opte por um táxi – marcado previamente ou através da aplicação Blue Bird – ou pela rede de autocarros TransJakarta. As pistas dedicadas aos transportes públicos evitam as filas de trânsito e um bilhete único custa à volta de 0,20€.

 


Informação de Viagem

A moeda utilizada é a rupia indonésia. O fuso horário é sete horas a mais que Portugal. A ligação aérea dura cerca de 18 horas a partir de Lisboa.

Como chegar

A Emirates tem voos regulares a partir de Lisboa, com escala no Dubai.

Fontes de Informação

Wonderful Indonesia é uma fonte de informação soberba sobre Jacarta e Java, assim como sobre as outras ilhas das redondezas.

Leitura Adicional

Le Monde des Hommes, por Pramoedya Ananta Toer (Bertrand, 25.12€). O livro aborda o tema da injustiça durante domínio holandês através da história de Minke, um jovem proveniente de Java de descendência real que rejeita a sociedade hierárquica.


Temperatura Média e Pluviosidade:

 

                   Jan          Fev          Mar          Abr          Mai          Jun          Jul          Ago          Set          Out          Nov          Dez

Mín ºC       23            23            23            24            24          23           23           23           23           24           24           23

Máx ºC      28            29            30            31            31          31           31           31           31           31           31           30

mm           11             8               8              7              6            3             3             3              4             5             7              6

 

 

Para mais artigos sobre viagens compre já a revista Food and Travel Portugal. Num quiosque perto de si.

Veja outros artigos