Início Travel48 horas LIMA, PERU

LIMA, PERU

by Food and Travel Portugal
LIMA, PERU

A capital peruana é um local de cozinha única e aromática e uma comunidade multicultural rica e vibrante. Michael Raffael descobre o centro jovem e inovador da América Latina.

Porquê ir?

O ceviche é o prato nacional peruano e algo quase obsessivo – até há um dia nacional (a 28 de Junho) para celebrar este prato de peixe cru curado. Nos mercados movimentados de Surquillo 1 e 2, não faltam emoções. Em Lima não precisa de guarda-chuva – é oficialmente a segunda capital mais seca do mundo e as temperaturas amenas permitem explorar a cidade durante todo o ano. Siga os aromas fortes até à baixa da cidade, onde os vendedores de rua são especializados em anticuchos (kebab) e há mais de 4.000 restaurantes Chifa (peruano-chinês) para descobrir. Peça o clássico aeropuerto, que combina arroz frito com noodles salteados e entrecosto assado com uma pele crocante e que vem numa caixa selada e coberta com carvão em brasa.

O que fazer?

Praia em Chorrillos

A ‘Cidade dos Reis’ possui grandes contrastes. É uma metrópole em crescimento, cercada pelo mar, e marcada por templos e arranha-céus, onde predomina a arquitetura colonial pré-colombiana. Andar lado a lado com os habitantes locais não custa nem um cêntimo, dada a enorme quantidade de pessoas a circular pelas ruas coloridas – tanta gente que os turistas passam despercebidos. No Parque Central JFK, no mercado de Miraflores, as aulas de aeróbica para o público em massa misturam samba com salsa. A praia de Chorrillos é o local perfeito para fazer um piquenique ao som dos músicos na Plaza Mayor. Também é normal cruzarmo-nos com uma procissão.

Onde ficar?

Os vários internacionais – Hilton, Marriott e Belmond – estão situados em Miraflores. O Atemporal é um pequeno ponto na grande panóplia de hotéis e é único. É um pequeno alojamento com nove quartos e onde a sua estadia começa com Ricardo a recebê-lo à entrada com um cocktail. Apareça durante a hora do almoço e terá bolos e sanduíches à sua espera na biblioteca. Um mini serve de shuttle, para dar a conhecer Miraflores e Barranco gratuitamente, e os hóspedes têm acesso a um hotspot 4G para os seus telemóveis, para que possam contactar a receção do hotel de qualquer parte da cidade. O Hotel B está no distrito mais moderno de Barranco. Aloja uma coleção de arte única e os seus quartos sensuais e elegantes, que abrem para um lounge privado, parecem distanciados da movimentação exterior da cidade. O histórico Country Club Lima Hotel na área mais sofisticada de San Isidro, combina a elegância clássica com o conforto moderno. Os seus 83 quartos possuem casas-de-banho palacianas e cortesias atuais, como carregadores de iPod e televisores plasma.

 

Edifícios coloridos de Barranco

 

Onde comer e beber?

Aqui, vai encontrar nove dos 50 melhores restaurantes da América Latina. Porém, nem todos são adeptos da cozinha novoandian (nova andina) que colocou Lima no mapa gastronómico mundial. O Astrid y Gastón serve como padrão culinário. O seu proprietário, Gastón Acurio, lidera vários restaurantes nesta cidade. O La Mar é um deles, acolhendo os clientes da classe média que aparecem para tomar um pisco sour ou uma cerveja artesanal enquanto esperam um lugar. Peixes de todos os feitios e tamanhos vão chegando com apresentações simples, apenas grelhados, ou mais complexas, mas as porções são gigantescas. Para uma refeição extraordinária, o Fiesta Chiclayo Gourmet oferece os sabores do Norte do Peru. Héctor Solís, o dono, é um cozinheiro autodidata com a sua própria quinta e que compra diretamente aos pescadores. O Isolina (00 51 1 247 5075) possui toda a essência de Peru colonial. O seu seco (um estufado escuro de carne de vaca) é rico e suficientemente grande para duas pessoas. Partilhar os pratos servidos em travessas de loiça é a forma ideal para provar as especialidades. O Central está cheio de surpresas. Espere pratos com nomes como Cascas de Árvore, Aranhas numa Rocha, Escamas Selvagens e Solo Marinho. O chef Virgílio Martinez esquadrinha a sua terra natal em busca de ingredientes comestíveis e depois encontra maneiras de os exibir nos seus pratos. Virgílio está a mudar a sua sede de Miraflores para uma nova casa em Barranco no final deste ano.

 

 

A ficar sem tempo?

Beba uma cerveja no Bar Barian, no exterior do Parque Central. As cervejas artesanais são populares porque o vinho é caro.

Dica de viagem

Aproveite o fim-de-semana para visitar os locais de interesse, uma vez que os transportes são muito agitados durante a semana. Aos domingos, 6km da Avenida Arequipa, uma das principais da cidade, fica exclusivamente para pedestre, facilitando a visita às suas atrações.

 


Informação de Viagem

A moeda utilizada é o sol peruano. O fuso horário é de cinco horas a menos que Portugal. O voo a partir de Lisboa dura cerca de 13 horas.

Como chegar

A Iberia, tens voos para Lima com escala em Madrid.

Fontes de Informação

Turismo do Peru é o departamento turístico do país e fornece informação importante para o planeamento de viagens a Lima.

Leitura Adicional

The Sky over Lima de Juan Gómez Bárcena (Bertrand, 10,82€) conta a história de dois homens do Peru, que passaram a vida a esconder as suas raízes nobres fingindo serem poetas.


Temperatura Média e Pluviosidade:

 

                   Jan          Fev          Mar          Abr          Mai          Jun          Jul          Ago          Set          Out          Nov          Dez

Mín ºC       13            14           15            15           13           12            12           12            12          12            12           13

Máx ºC      26            26           26           25           23            21            20           20           20           21            22           24

mm             0              0             0             0             0             0              0             0             0              0             0             0

 

Para mais artigos sobre viagens compre já a revista Food and Travel Portugal. Num quiosque perto de si.

 

Veja outros artigos