Início Eventos MARAVILHAS À MESA

MARAVILHAS À MESA

27 Janeiro, 2018
MARAVILHAS À MESA

Chegou a hora de escolher as 7 Maravilhas das Mesas de Portugal: a gastronomia associada aos vinhos e aos roteiros turísticos espalhados pelo país e que atraem visitantes nacionais e estrangeiros.

“Vamos votar o prazer de estar à mesa e também o prazer de ir para lá, de lá chegar, de lá estar. Queremos harmonizar a gastronomia com os vinhos, mas também com o prazer de percorrer o país, descobrindo os encantos do enoturismo”, explica Luís Segadães, presidente das 7 Maravilhas.

Desta votação vão resultar não uma, mas sete mesas representativas do nosso país.

O processo segue o percurso de anos anteriores, com a votação de um painel de especialistas na lista longa de candidaturas, de onde vai resultar uma lista de 49 pré-finalistas, 7 por cada região do país. Estas 49 mesas pré-finalistas serão votadas pelo público, para eleger as 7 Maravilhas à Mesa, uma mesa por cada uma das 7 grandes regiões de Portugal.

As candidaturas a concurso serão as “mesas”, mas num conceito alargado, que inclui o melhor que uma região tem para oferecer: os seus pratos, vinhos, pão, azeite ou queijos, mas também aquilo que pode ser experienciado, como um evento, uma adega, um lagar, um museu ou um percurso pedestre.

Cada região vai escolher 7 patrimónios, que incluem comidas, vinhos e uma escolha na área do turismo. Cada candidatura será composta por 7 patrimónios à escolha, devendo obrigatoriamente incluir um património de cada categoria: Gastronomia; Vinhos e Azeites; e Roteiro Turístico.

O objetivo das 7 Maravilhas à Mesa é promover as regiões e o mundo rural, através da gastronomia e dos vinhos, fomentando o turismo e as experiências no território. As candidaturas decorrem até 27 de Fevereiro e podem ser apresentadas por qualquer entidade, pública ou privada (incluindo restaurantes e unidades hoteleiras), desde que respeitem o regulamento em vigor, disponibilizado no site oficial. 7maravilhas.pt

 

Este artigo foi publicado na edição de janeiro/fevereiro de 2018 da revista Food and Travel Portugal.

Veja outros artigos